Para filosofar

"Deleuze concebia o trabalho filosófico como um trabalho em solidão, mas uma solidão povoada de encontros com pessoas, movimentos, ideias, acontecimentos, entidades. É em encontros desse tipo que se habita um espaço "entre" , que algo passa ou se passa entre dois. É o espaço do devir, um único devir entre dois, que tem sua própria direção." (W. Kohan: 2003, 209)

terça-feira, 23 de março de 2010

Crônica da saudade

Na aula prática sobre Felicidade, a beira da piscina, no dia da confraternização, a aluna Suzana, terceira série A do ensino médio da EE. Oscar Antônio da Costa escreveu:

"E aí, será que esta classe tão linda será unida quando tudo acabar?
Quer que eu responda? Acho que haverá grupinhos que ficaram semprre juntos, ma[i]s acho... bom, tenho certeza que todos marcaram pelo seu modo, seu brilho, s[u]a carisma, por sua brincadeira, enfim por cada característica que cada um de nós tem... [...].

Enfim sentirei muitas saudades destes anos em que estive com vocês, serão guardadas manias, brincadeira, estudos em grupos, e até as discussões, pois aprendi com elas. Tempo bom foi este em que estivemos juntos... Irei guardá-los pra sempre, pois sei o quanto foram importantes para minha vida, meu crescimento, bom serão por toda minha vida...

Obrigada, professores, coordenadores, amigos. Obrigado[s] a todos..."

Suzana, parabéns e muito sucesso na vida.
Em nome de todos os professores da EE. Oscar Antônio da Costa
Prof. Terezinha.




Nenhum comentário:

Translate